O ano é novo, mas a vergonha do nosso futebol é bem velha!

Infelizmente, mais uma vez as principais manchetes devem-se à problemas extra-campo. Na estreia da Série B 2014, JEC x Lusa se enfrentaram, porém o jogo foi interrompido devido à ordens judiciais. A Lusa, que escalou jogador irregular em 2013, ainda quer o lugar do Fluminense na Série A 2014.
Em paralelo à isto, o Icasa, que luta pelos mesmos argumentos que deram ganho de causa ao Fluminense (jogador irregular do Figueirense), acaba sofrendo do mal de "dois pesos e duas medidas", e ao contrário do tricolor das laranjeiras, teve seu direito de ir à Série A negado.
A minha opinião sobre este excesso de liminares e jogadas de tapetão, resumem-se em dois tuítes que pincei nesta sexta-feira:
Andre Rizek ‏(@andrizek)
"Resumo da ópera: um torcedor maluco pode conseguir uma liminar maluca no dia da final da Copa e impedir o jogo no Maracanã. Confere?"
Zagueiro da Páscoa ‏(@Renatiruts)
"Podia pegar o Fluminense, Figueirense, Icasa e Portuguesa e fazer a Taça Tapetão. Os dois melhores ficam na série A e os 2 piores na série B"

E este nosso co-irmão, hein? Dos três acessos à Série A, dois foram através do tapetão. E eu que não me aposento com um bom salário...
Aliás, recomendo a leitura deste post de Renato Maurício Prado, no Blog do Juca.

Link do Post

Leão da Ilha em campo hoje!

Na noite de hoje, na Arena das Dunas, estádio de Copa do Mundo, o Avaí entrará em campo pela sua primeira partida na Série B 2014, enfrentando o até então - segundo a imprensa - forte time do América-RN.
O Leão da Ilha vai com o que tem de melhor, com o time que fez boas - mas não fantásticas - apresentações pelo hexagonal da vergonha. De novidades, o técnico Pingo deverá colocar o zagueiro Neris, recém contratado e já muito conhecido pelo treinador, quando trabalharam juntos no Brusque.
Eltinho também viajou com a delegação azurra e pode ser nossa grata surpresa caso demonstre um pouco do futebol que já teve no sul da ilha poucos anos atrás, já que na lateral esquerda, Eduardo Neto está devendo, e muito.

Fora isso, o time não deverá ter mais novidades, sendo mantido nosso meio de campo com cinco jogadores (Eduardo Costa, Tinga, Diego Jardel, Marquinhos e Cléber Santana) e apenas Roberto solto no ataque, o que particularmente me agrada.

Link do Post

Expressinho do Avaí é goleado pela Chapecoense

Neste sábado, em um jogo que não valia absolutamente nada para o Avaí, já que matematicamente estávamos garantidos na primeira divisão do Catarinense 2015 bem como na Copa do Brasil do mesmo ano, o técnico Pingo optou por preservar o time titular do Leão da Ilha.
Em campo, vários jogadores praticamente desconhecidos da torcida azurra. O único que a torcida avaiana havia visto entrar em campo com mais frequência, foi o atacante Heber. Este inclusive, autor do gol de honra do time da capital.

De positivo, foi o fato de Pingo poder avaliar mais de perto a gurizada e assim reaproveitá-la para Série B do Brasileirão que já se inicia nesta semana. E aí sim, com o time "de verdade", com Cléber Santana, Marquinhos, Eduardo Costa, Roberto, Bocão, Diego...

Link do Post

Parem as máquinas! Rondinelli pode estar voltando!

Sim, também levei um susto ao ouvir isso hoje pela manhã na CBN, no programa de Rodrigo Faraco. Segundo ele, Rondinelli e o presidente Nilton Macedo estão em conversas avançadas para que o retorno do dirigente seja efetivado na Ressacada. 
A principal justificativa, segundo Faraco, é que a saída de Rondinelli se deu principalmente devido à imposição da LA Sports, que depois de muita confusão comandada através do twitter de Luis Alberto,  a parceria acabou sendo defenestrada do conselho responsável pelas decisões do clube.
Atenção presidente!! Não cometa este erro novamente!! Time que está ganhando não se mexe!! Se 2013 finalmente está sendo expurgado da Ressacada, não faça 2013 voltar aos poucos!!

Link do Post

Concretiza!


Faltando onze dias para o início da série B, já temos um Avaí que não perde há oito jogos. Fenômeno causado pela vinda de Pingo, que poupou o nosso time de passar uma eminente vergonha com um rebaixamento num estadual fraco como o catarinense. Nosso técnico já "se pagou" e, ao que parece, essa sequência de vitórias pode ser estendida para uma boa campanha na Copa do Brasil e uma série B de sucesso. Não há o que se falar em corpo-molisse da comissão técnica atual, porém resta saber se terá material humano disponível para re-concretizar o sonho do acesso avaiano.
Ainda é muito cedo para falar, mas teremos algumas apostas que chegam para posições deficientes desde a última era Willian Batoré e veremos se assim a coisa engrena.
De resto, será torcer para haver salários em dia, além de comprometimento da boleiragem até o final dos campeonatos – é triste torcer para que o básico aconteça, mas fazer o quê? – para aí sim retornar aquela confiança do torcedor no Avaí, aquela mesmo, que está ficando cada vez mais esquecida em algum momento da década passada...

Link do Post

E uma nova Era vai se confirmando? Rezemos!

Em se tratando de Avaí, o time que adora "fazer coisa", tanto à favor como contra ao seu torcedor, sempre ficamos com uma certa desconfiança quando as coisas vão indo bem.
Acabamos de vencer o desconhecido Naviraiense por 4x1 fora de casa e avançamos na Copa do Brasil e além disso, somos líderes do hexagonal da vergonha.
Isso tudo é muito bom se compararmos com aquela crise que tivemos no final de 2013, como bem lembrei no post anterior, mas o torcedor avaiano só terá mesmo plena certeza que agora os ventos são outros na competição mais importante do ano para o Leão da Ilha: a Série B!
Nada adiantará goleadas contra times inexpressivos e liderança de um campeonato fraco, se na hora do "vamos ver" o Avaí voltar a ser aquele time sem motivação e sem organização de outrora.
E como sempre, ficamos na torcida para que de fato 2013 tenha ido embora!

Link do Post

Avaí vai evoluindo. 2013 vai indo embora.

Já é a quarta vitória consecutiva do Leão da Ilha. Fato que não ocorria desde a reta final da Série B de 2013, quando o Avaí jogava um bom futebol, estava em terceira colocação e misteriosamente desaprendeu a jogar futebol.
De lá pra cá, foram muitas derrotas vexatórias - muitas delas em casa - e apresentações horripilantes. Nem os três medalhões azurras, Cléber Santana, Eduardo Costa e Marquinhos, foram páreos para mudar o cenário.
Muitos técnicos passaram pelo Avaí, mas finalmente, agora no Hexagonal da Vergonha - espécie de prêmio de consolação aos seis piores times do Catarinense 2014 - o time azul e branco vem mostrando um bom futebol, sem chutões, com trocas de passe bonitas no meio de campo e fazendo gols.
Quais foram as principais mudanças de lá pra cá?
Parte dos salários atrasados foram pagos e o técnico Pingo, ex-Brusque, foi contratado e deu confiança à boleirada.
É claro que não podemos comemorar uma sequência de vitórias contra os cinco piores times do Catarinense, mas a evolução do futebol apresentado pelo time é no mínimo animadora.
Para a Série B, precisamos ainda reforçar meio time: pelo menos dois laterais, dois zagueiros e um volante. E aí, já dá pra começar a sonhar com mais um acesso à elite do futebol brasileiro e o enterro definitivo do vexame do final do ano de 2013.

Link do Post

Mais uma vitória!

Nesta quarta o Avaí venceu mais uma sob o comando de Pingo e dessa vez por 3x1. Definitvamente, a boa fase voltou ao Leão da Ilha! Se não jogamos um futebol de altíssimo nível, também deve-se à qualidade do time do Brusque: desde que Pingo chegou, foi a equipe mais qualificada que enfrentamos. 
Mas mesmo assim, a mudança do toque de bola avaiano é nitida. Chutões da defesa não existem mais: apenas passes conscientes, envolvendo o adversário no meio de campo e lançamentos em velocidade para Roberto.
É claro que precisamos reforçar para a Série B, mas as nossas perspectivas com Pingo são infinitamente melhores do que antes dele!
Vamo vamo Avaê!

Link do Post

Goleada fora de casa e esperanças renovadas.

Pelo returno do hexagonal da vergonha, o Avaí bateu o Atlético de Ibirama pelo marcador de 4x0 na casa do adversário. Como o PFC simplesmente ignorou a maior torcida de SC, informações sobre esta partida apenas de alguns amigos que viajaram para o interior do estado. E segundo eles, o Leão da Ilha mostrou ainda mais evolução e qualidade, principalmente no meio de campo e na defesa.
Vencer contra este fraco Ibirama - pior elenco deles nos últimos anos - é um resultado mais que normal. O mais importante é que a sacanagem que os jogadores fizeram na reta final de 2013 e deixaram os torcedores avaianos como reféns, parece que agora sim está terminando de uma vez por todas.

Link do Post

Venceu e convenceu.

Ontem na Ressacada, o Avaí venceu o Ibirama por 2x0. M10, que comemorava seus 250 jogos, marcou o seu em um pênalti mal marcado pela arbitragem. Mas diga-se de passagem, que houve um pênalti não marcado no primeiro tempo e outro no segundo.
O Ibirama, mostrou um futebol muito fraco na Ressacada, mas mesmo assim, o Avaí fez diferente das últimas partidas e jogou bem: a saída de bola da defesa era melhor trabalhada, poucos chutões, toques rápidos no meio de campo e muitas chances de gols criadas para os nossos atacantes. Aliás, se Roberto e Heber tivessem um pouco mais de calma, o Avaí teria vencido por uns 5x0.
Ainda está apertado. Ainda estamos na beirada da zona de rebaixamento. Mas o Avaí mostrou muita evolução desde que Pingo chegou.
Continuemos na torcida!

Link do Post

Tempos difíceis


E dizer que um dia estaríamos fazendo conta para não cairmos do "poderoso" campeonato catarinense...

Mais do que o time não estar jogando nada, há a série de fatores-precursores que já vem surgindo desde a famosa e curiosa queda de rendimento surpresa na reta final da série B do ano passado. Pois bem, gostaríamos de saber se a diretoria tem a solução para o grande problema (todos sabemos que é basicamente financeiro) criado. Mas quem o criou? Como foi criado? Para mim isso interessa, pois algo poderia ser feito.

Ninguém está dizendo que arranjar dinheiro seja fácil, porém existem modelos vitoriosos a serem seguidos e que não são segredos absurdos de serem descobertos, basta que um dirigente faça uma breve consulta da parte gerencial de alguns times que se encontravam na mesma, ou em pior situação do que o Avaí e hoje estão colhendo frutos por terem sido competentes na dificuldade.

Bom, mas como tratamos de um time profissional e do tamanho do Avaí, é lógico que todas estas e, inclusive, outras providências já foram tomadas, e, portanto, a briga para não cair num campeonato como o catarinense não poderia se tratar somente de péssimo gerenciamento, e este é o ponto a ser tocado e que ninguém toca. Todos, internamente, preservam tanto o que acontece na parte administrativa caótica avaiana que a torcida sequer tem uma resposta concreta de o porquê os resultados são pífios há tanto tempo. Perdeu-se com isso aquele resquício de confiança que não sei se ainda existia na cabeça do torcedor, retornam aqueles sentimentos de que "tem que sair fulano e ciclano do comando para termos o NOSSO Avaí de volta", e isso tudo porque o torcedor sabe que não é somente uma má fase, em que a bola está batendo na trave, ou que o exímio matador não marca mais um gol faz seis meses.

Enfim, é essa parte nebulosa que nos entristece: saber que há nomes e sobrenomes tão causadores de toda essa calamidade.

Como o Miguel já ventilou, o Avaí não cai, mas para responder a primeira indagação do post: É só ganhar os três jogos que restam em casa.

Link do Post

Foi bom, mas poderia ter sido melhor!

Absurdamente, o jogo entre Brusque x Avaí não teve transmissão nem pelo PFC. Por isso, quem não foi até Brusque, pode acompanhar o jogo apenas pelo radinho.
E por lá, ficou evidente que M10 não é mais o mesmo. Inclusive, ocupando posição que poderia ser melhor utilizada pelo atacante Héber, autor de três gols no jogo anterior. Disseram inclusive, que Marquinhos perdeu um gol embaixo da trave. Inadmissível para um craque.
Por pouco, não vencemos, mas as notícias advindas de Brusque, nos dizem que o Avaí conseguiu evoluir seu futebol com Pingo e que, acreditem, Pablo está melhorando seu futebol.
É claro que o ideal seria uma vitória azurra, mas um empate fora de casa com o líder do Hexagonal da Vergonha, não é um resultado tão ruim para esta situação terrível que o nosso clube atravessa.
Mas agora em casa, na próxima quarta-feira diante do Atlético de Ibirama, a vitória é fundamental. Mesmo que por 1x0, com gol contra, aos 48 minutos do segundo tempo.
Eu estarei na Ressacada! E você? Reclamando muito no Twitter?

Link do Post

Fila e nenhuma explicação!

Foi assim ontem na Ressacada antes da partida contra o Juventus na secretária do Avaí. Muitos torcedores tiveram que pegar fila para retirar suas carteirinhas que ficaram presas nas catracas na última partida. A grande maioria com as suas mensalidades em dia não tiveram uma explicação para o fato e simplesmente perderam tempo na fila. Nem os atendentes souberam explicar o motivo do ocorrido, abre o olho diretoria!

Link do Post

Rapidinhas sobre o "UFA!" de ontem!

E ontem o Leão venceu o Juventus por 3x0. Vamos às minhas impressões:
  • Que o Pingo continue com o time e formação do segundo tempo de jogo! E isso inclui em não colocar M10 e EC5 no time!
  • Luis Alberto da LA Sports errou feio em lavar roupa suja publicamente em seu twitter ontem após a vitória do Leão. Isso tem que ser resolvido internamente meu filho. Assim, ele só se queimou - e muito! - com a torcida!
  • O protesto organizado pela Mancha Azul (foto acima), inspirado em outro realizado na europa um tempo atrás, matou a pau. Ridiculariza justamente quem está devendo: os jogadores!
  • Aliás, se preparem que as reportagens "esportivo-engraçadinhas" (herança maldita de Régis Roesing) do Globo Esporte de hoje será toda focada na relação entre as setas, a vitória e principalmente pelo fato do Avaí ter feito os gols no segundo tempo, onde as setas estavam "ajudando". Criatividade desse povo...
  • Bocão fez sua pior partida, mas como tem um ótimo nível, não comprometeu. Diego (fechou o gol e salvou o Avaí) e Heber (autor dos três gols), foram os melhores em campo.
  • CS88 bateu certo o pênalti. Finalmente ousou e mudou sua cobrança de lado. O goleiro, nem saiu na foto, mas quando a fase é ruim, a bola vai na trave...
  • Continuemos na luta! O time do Avaí deve muito ainda!


Link do Post

Vergonha Avaí!

Está na hora da diretoria fazer alguma coisa! Que demitam os que não querem jogar e contratem novos. Mas algo precisa ser feito. VERGONHA!

Link do Post

Nem pegou, nem comeu. Turra sai e Pingo assume!

Com três rodadas de atraso, aconteceu o que a maioria dos torcedores avaianos queriam: Pingo, que fez milagres com o limitado time do Brusque, é o novo técnico do Avaí.
O que eu sinceramente não esperava, é que a diretoria abriria mão do fraquíssimo aspirante de técnico Paulo Turra após apenas três jogos. 
Ponto para a diretoria azurra - que ainda deve muito para a nação avaiana - e acende-se uma luz no fim do túnel para o término dessa crise que insiste em permanecer no sul da Ilha de Santa Catarina.

Link do Post

Se correr o Turra pega, se ficar o Turra come.

Que Paulo Turra não é técnico pro Avaí, o torcedor avaiano já sabia mesmo antes de sua contratação e passou a ter certeza quando o mesmo, por falta de coragem, não assumiu o time no clássico catarinense.
Depois de mais um vexame na Ressacada (mais um 2x0 para a Chapecoense), Turra acumula 100% de incompetência, somando zero pontos em nove disputados.
O que mais me assusta, é que como Turra é vinculado à LA Sports, parceiro maior dentro do clube, consigo vislumbrar dois finais melancólicos para este técnico sem visão e este time sem alma:
  1. Se o Avaí não for rebaixado no Catarinense, fato que é mais do que obrigação para o clube mais vezes campeão de Santa Catarina, Turra continuará na Série B deste ano e aí, à exemplo do técnico Ricardinho ano passado, perderemos preciosos pontos até a diretoria se der conta que Turra não é o cara.
  2. Se o Avaí for rebaixado, a boa notícia é que Turra sai, mas aí o grande estrago já estará feito.

É torcedor avaiano. Prepara que este ano ainda terá fortes emoções! Pelo futebol medíocre que presenciei hoje na Ressacada, só um milagre para salvar o Avaí este ano.

Link do Post

Resumo do semestre: créu no clássico e hexagonal da morte.

Não é novidade para o torcedor do clube mais vezes campeão de Santa Catarina, que já estávamos eliminados após a derrota vexatória por 2x0 pelo Brusque dentro da Ressacada. Após aquele jogo, o campeonato do Avaí se transformou no clássico: precisávamos vencê-lo a todo o custo. E assim foi: 2x1 com direito a créu mais uma vez em pleno Scarpelli.
O problema é que eu pensava que após aquele baile, somado ao pagamento de muitos dos salários atrasados dos jogadores, o fantasma de 2013 tinha finalmente ido embora da Ressacada. Mas aí, veio o jogo de hoje contra a limitada Chapecoense e nos mostrou que ainda falta mudar muita coisa.
O jogo em si foi nivelado por baixo: dois times com bastante pegada, mas com muitas limitações.
Vencemos o primeiro tempo por 1x0, mas perdemos o jogo por 2x1. É claro que o torcedor do time gaúcho do oeste deve estar preocupado em ver esse elenco disputar a Série A, mas também não estamos tão distantes assim: muito precisa ser melhorado (nem que seja no ambiente do vestiário) para que o Avaí tenha um segundo semestre mais produtivo. Vencer clássico é bom, faz o avaiano sorrir, mas é pouco para um time que possui a maior torcida de Santa Catarina.
É hora de Luis Alberto da LA Sports e Chico Lins mostrarem à que vieram e mostrar resultados consistentes na Série B e Copa do Brasil.

Link do Post

Concordo com os alvinegros: Marquinhos não é um ídolo!

Não, pera!


Link do Post

Há 7 anos na velocidade Avaiana!


Link do Post