Flamengo: o freguês do Avaí na Ressacada

Vencemos mais uma vez o nosso freguês
Jamira Furlani / Avaí FC
Na história dos campeonatos brasileiros, Avaí e Flamengo se enfrentaram oito vezes. No total, foram duas vitórias do time carioca, três do time catarinense e três empates. Na Ressacada, nunca perdemos: foram três vitórias (com destaque para os 3x0 em 2009, ano em que o time rubro negro sagrou-se campeão brasileiro pela última vez) e um empate.
E na noite deste domingo, não poderia ser diferente. Avaí e Flamengo fizeram um jogo equilibrado, onde o maior volume de jogo foi sempre do leão da ilha. Final, vitória por 2x1 para o time da casa.
Os destaques ficaram por conta do bom atacante Hugo, que deixou dois gols e assim aumenta a responsabilidade de André Lima por um melhor futebol. Além dele, o goleiro Vagner fez milagres, com destaque para um lance de falta aos 48 minutos do segundo tempo, onde em um mesmo lance fez duas defesas dificílimas.
Outro ponto que merece elogios é a consistência do grupo avaiano sob o comando de Gilson Kleina: em três rodadas, empatamos contra o Santos, porém com chances claríssimas de vitória, perdemos por 1x0 fora de casa contra o Internacional, onde tivemos mais chances claras de gol que o time da casa e agora uma vitória contra o Flamengo em nossos domínios.
A arbitragem não foi bem. Errou no lance do segundo gol avaiano e também não mostrou critério para marcação de faltas, principalmente quando estas eram contra o time azurra.
O público também decepcionou: por se tratar de um jogo com grande quantidade de torcedores adversários, eu esperava mais que os 12 mil que compareceram à Ressacada.
No fim, tudo foi festa na Ressacada e a vitória nos colocou no meio da tabela, à 3 pontos da liderança e o mesmo da zona de rebaixamento.
Mas pés no chão: faltam ainda 41 pontos para fugirmos do rebaixamento.
Via ESPNFC

Link do Post

Não entramos em campo!

A derrota no último clássico se resume a frase do título, perdemos porque não entramos em campo. O Avaí foi um time acuado que esperou o co irmão atacar, normal para um time que até então tinha a vantagem. Porém o primeiro gol sofrido aos três minutos do primeiro tempo desestruturou tudo que o treinador poderia ter imaginado para a partida.
O time do estreito ganhou força logo de inicio, e para complicar mais ainda o lado Avaiano, o tricolor conseguiu ampliar em um chute de fora da área desviado pela zaga (na minha opinião, esse sim um frango do goleiro). O time que já não atacava foi para o vestiário desacreditado e visivelmente abatido.
Começa o segundo tempo e o time não consegue jogar, ainda assim tendo Célio Amorim uma disparidade muito grande nas marcações de faltas e sendo muitas vezes totalmente sem critérios diante a equipe visitante,  porém este não foi o motivo da derrota Azurra. As substituições não surtiram efeito, nem mesmo Roberto conseguiu dar vida nova ao ataque Azurra, que só levou perigo a meta alvinegra uma ou duas vezes. Muito pouco para quem queria ir à diante na Copa do Brasil, perdemos não só a classificação à próxima fase, bem como a invencibilidade no Estádio Orlando Escarpelli, nossa segunda casa. Que sirva de lição para  à série A, que será muito mais difícil do que foi a partida no estreito. 

Link do Post

Fotos do clássico Avaí x Figueirense por Jamira Furlani














Link do Post

Na Ressacada, Santos teve mais sorte que juízo

Foto: Jamira Furlani / Avaí FC
Na estreia da Série A 2015, Avaí e Santos se enfrentaram na Ressacada. O time do litoral paulista vinha como franco favorito: além de ser o atual campeão paulista, veio com força máxima. Já o Avaí, embora venha de bons resultados, ainda é um time em formação.
A partida começou equilibrada, com chances claras de gol para ambos os times. Mas após o gol de Robinho aos 26 minutos do primeiro tempo, houve apagão geral no time avaiano: por muito pouco o Santos não aumentou o placar.
Porém, no segundo tempo o domínio avaiano foi gritante, principalmente após a entrada do veloz atacante Roberto: logo aos 16 minutos, em jogada de velocidade, ele recebeu falta na entrada área e Marquinhos, em cobrança perfeita no ângulo esquerdo do goleiro Vladmir, empatou a partida.
À partir daí a pressão azurra foi total: pelo menos três chances claríssimas de gol perdidas, uma por Anderson Lopes sozinho cara a cara com o goleiro, uma com Jeci na pequena área e outra de Roberto, de cabeça. Mas para o alívio do time santista, o apito final foi dado e o empate foi decretado na Ressacada.
A estreia avaiana foi muito acima do que eu esperava. Antes do início do jogo, eu considerava uma derrota como um resultado aceitável, à julgar pela qualidade do time Santista, porém, pelo futebol apresentado pelo time da casa, a vitória avaiana seria o resultado mais justo.
No fim das contas, o empate ainda ficou de bom tamanho. E o torcedor, ganhou nova esperança em relação ao futuro do leão da ilha no Brasileirão 2015.
Mas o próximo compromisso é pela Copa do Brasil, mais uma vez no único clássico de Santa Catarina. Se o Avaí fizer um gol, poderá até perder por um gol de diferença que se classificará para a próxima fase. Mas é preciso jogar de forma séria. Clássico é clássico!
Vai pra cima deles, leão!
Via ESPNFC

Link do Post

Em noite de gala, mais uma vitória contra o Figueirense

Jamira Furlani / Avaí FC
Noite fria no sul da ilha de Santa Catarina, mas quente da Ressacada. Cerca de 12 mil torcedores compareceram no estádio para acompanhar o único clássico de Santa Catarina pela segunda rodada da Copa do Brasil. Eu esparava pelo menos 15 mil pessoas, porém a torcida do Figueirense deixou à desejar não lotando o seu setor e além disso, muitos torcedores acabaram optando por ficar em casa, já que a TV aberta resolveu mostrar a partida para Florianópolis.
Antes do início da partida, a maior torcida de Santa Catarina fez uma bela festa no estacionamento da Ressacada para receber o novo ônibus adquirido pelo Avaí. Muitos jogadores mostraram sua euforia com a calorosa recepção: Eduardo Costa por exemplo, se levantou de seu lugar e, comportando-se como um torcedor, dava socos na janela do ônibus, retribuindo o carinho da torcida azurra.
O Figueirense, atual vice-campeão estadual, vinha com força máxima. Já o Avaí ainda está em recuperação: após campanha ruim no estadual, o time vem se reerguendo com uma boa sequência com o comando de Gilson Kleina. Desde de sua estreia em março deste ano, Kleina ainda não perdeu no comando do Avaí: são seis jogos com quatro vitórias e dois empates, onze gols marcados e apenas um sofrido.
O jogo foi um típico clássico: a técnica foi deixada de lado na maioria das jogadas e a raça e força física (principalmente do Avaí) foram determinantes para o resultado. O domínio foi do Leão da Ilha que agora, após não ter tomado gol dentro de casa e vencido a partida por um gol, tem significativa vantagem para o jogo de volta no Orlando Scarpelli: se fizermos um gol, o Figueirense precisará fazer três.
Mas antes de pensar nisso, o foco precisa se voltar à principal competição do ano: temos pela frente o Santos, atual campeão paulista, na estreia da Série A 2015 em plena Ressacada. A força da torcida avaiana estará lá novamente para ajudar a empurrar este time para mais uma vitória.
Precisamos começar com o pé direito. Faltam 45 pontos para o Avaí permanecer na Série A 2016!
Via ESPNFC

Link do Post

Marquinhos sendo Marquinhos!


Link do Post

Fotos do Clássico Avaí 1 x 0 Figueirense por Jamira Furlani



















Link do Post

Estreia do ônibus e do camarote das Tintas Killing

Noite de gala da Ressacada. Festa da torcida com a chegada do novo ônibus e de uma ação feita com as Tintas Killing culminando na estreia do novo camarote. E no fim de tudo isso, vitória do Avaí por 1x0 no único clássico de Santa Catarina.
As fotos você confere na sequência:
Porta de entrada no camarote das Tintas Killing

Lembrança do timaço de 2009

Vista privilegiada do mais belo estádio de Santa Catarina

Camarote totalmente personalizado

O ônibus do Avaí é muito bonito. Adesivagem ficou perfeita!

Bela festa do torcedor avaiano.

Visão geral da parte traseira do ônibus. Ficou espetacular.

Torcida avaiana, sempre dando show.


Link do Post

Recepção aos jogadores. AVAÍ 1 X 0 figueirense


Em uma noite onde o time foi claramente embalado por sua torcida, o Avaí Futebol Clube fez um belo clássico. Estiveram presentes todos os bons ingredientes que cercam este "campeonato à parte". Um time em boa situação (TAPETÃO), o outro vindo de um início de ano desastroso, tensão pré-jogo, o retorno da torcida organizada e uniformizada ao estádio, provocações pré jogo, recepção de jogadores, jogo quente.... Enfim, o ÚNICO CLÁSSICO DO ESTADO, realizado na última noite, foi pra Avaiano nenhum botar defeito! 
Acima um vídeo que gravei ontem na chegada no "onx" do Avaí! Espero que gostem!

Link do Post

A meta é ter muitos associados?

Já que este espaço é democrático, incluo aqui a minha considerações sobre o novo superprograma de sócio:
Concordo que é necessária uma atualização de valores, entretanto poderiam ter dado um prazo maior para que os ditos "torcedores pijamas" pudessem se associar com o preço antigo, pois não vejo com bons olhos essa política de que o torcedor que não era associado até o momento deve ir correndo num prazo de 24H para não pagar mais do que o antigo associado como forma de "punição". Se a ordem é para aumentar o número de sócios e, consequentemente, a receita do clube, vamos fazer direito.
Como o amigo Taruga disse no post abaixo "...como o chamado "torcedor pijama" não se agiliza para ajudar o clube e só comparece na boa fase, que se cobre um valor alto. Pois este mesmo torcedor, numa sequência de 5 jogos sem vitória é o primeiro a abandonar o barco. Que se garanta, pelo menos por um tempo, uma boa receita.".
É sobre isso mesmo a que me refiro: torcedor que já não é dos mais assíduos e que sabe que paga mais que os outros sem ter tido muita oportunidade de se associar aproveitando o preço mais favorável - tanto na questão de informação, quanto de período -, certamente abandonará o barco após esses cinco jogos sem vitória mesmo. Onerar com este hiperpacote plus o avaiano que poderia "comprar uma bicicleta ou se associar" creio que só funcionará caso o Avaí faça uma grande campanha na série A.
Sem entrar no mérito dos motivos pelos quais muitos torcedores não são associados ao Avaí, a mentalidade da diretoria ao oferecer um curto prazo para obter a carteirinha azul é aplaudida por alguns dos antigos sócios, que se sentem presenteados com o simples fato de estarem pagando menos que os novos. Estranha, porém muito brasileira, lei do egocentrismo que nada traz de bom para o nosso Avaí.

Link do Post

Novo plano de sócios. Bem vindo. Mal programado.

Na noite de ontem o conselho deliberativo do Avaí definiu os valores para os novos associados. Abaixo exponho os valores: 
Setor A - R$120,00
Setores B e H - R$50,00
Setor C, D e E - R$100,00
Setor Vip - R$150,00
Sócio Mirim - R$25,00
Sócio Nação Avaiana - R$30,00 com 60% no ingresso

Acho completamente justo um reajuste nos valores, o Avaí hoje, tem ainda disponíveis, cerca de 2.000 cadeiras para sócios, e como o chamado "torcedor pijama" não se agiliza para ajudar o clube e só comparece na boa fase, que se cobre um valor alto. Pois este mesmo torcedor, numa sequência de 5 jogos sem vitória é o primeiro a abandonar o barco. Que se garanta, pelo menos por um tempo, uma boa receita.

Na tarde de hoje estive na Ressacada para mudar meu setor aproveitando ainda o antigo valor, cheguei às 14:43h e saí às 17:40h, o movimento era intenso, aproveitei para fazer algumas fotos das obras de revitalização do estádio. Retornei para a secretaria e fiquei papeando com os torcedores. 
Um deles ficou contrariado quando disse que eu era a favor dos novos preços, e então lhe questionei:
"Se o prazo para se associar com o valor antigo não fosse dado, você teria se associado mesmo assim? Porque não se associou antes?"
A resposta, obviamente foi que: "De fato, eu sempre ficava me amarrando, não fossem os novos valores, quem sabe eu ficaria enrolando, não me associaria, e pior, com os novos preços provavelmente não viria ao estádio."

Nessa situação nossa diretoria levou ponto positivo! Mas na estratégia, na forma de execução e nos prazos, foi um festival de erros.

Justifico: O movimento hoje foi completamente anormal na secretaria, que já em dias normais, não tem capacidade de dar um atendimento ISO9001. Não fosse os torcedores perceberem que poderiam agilizar o atendimento, pegando o bloco de cadastro de novos sócios e chegando aos guichês com eles devidamente preenchidos, (tarefa que as garotas do atendimento perdem MUITO tempo fazendo), eu neste momento não estaria aqui escrevendo.
O Avaí acertou no momento de alterar os valores, e pecou no plano de ação.
Tendo em vista o grande número de torcedores que procuraram a secretaria, deveria ser feito um mutirão, com mais atendentes para desafogar o normalmente atrapalhado serviço da secretaria.
Fora isso, convenhamos, o Avaí está deixando de angariar um número enorme de sócios, e não acho prepotência falar que poderíamos ocupar essas 2.000 cadeiras disponíveis.
A decisão foi tomada na noite de ontem, e o prazo para novos sócios com o antigo valor foi só a data de hoje. 
Hoje, o Avaí associou tranquilamente entre 350 e 400 pessoas, eu me pergunto o que teria acontecido se o prazo tivesse sido estendido até quarta-feira (dia do clássico).

#FAIL

Estamos avançando, aos poucos, as coisas estão melhorando. Não podemos deixar, obviamente que as boas atitudes administrativas que vem ocorrendo, ofusquem as falhas que tanto tem nos feito reclamar. Temos a pintura do estádio, a estréia do ônibus personalizado, o novo plano de sócios... Mas não podemos esquecer que começamos um ano totalmente obscuro!
De nada adianta o clube funcionar administrativamente se o seu principal produto vai de mal a pior!

Parabéns diretoria, pelas novidades que vem trazendo!
Abre o olho diretoria! Porque ônibus personalizado e estádio bonito não bastam pra manter sócio em casa!

Link do Post

Obras internas da Ressacada

As obras no interior da Ressacada estão andando em um bom ritmo e o mais belo estádio de SC tende a deixar esta vantagem ainda maior. Abaixo algumas fotos feitas na tarde de hoje.
As obras na lateral do campo são a preparação para a modificação das casamatas. Elas serão reposicionadas e colocadas mais próximas ao campo.













Link do Post